O conteúdo que Se/você Não deve publicar nas Redes Sociais

Tempo de leitura: 3 minutos

Guia completo sobre a estratégia de conteúdos em redes sociais

Hoje em dia, as Redes Sociais permitiram que a linha entre a vida privada e a pública está, praticamente, difusa. Por isso, há que ter em conta o que se publica e o que não é publicado em cada rede social que administramos, e mais, se se trata de uma empresa, já que o que postar vai repercutir diretamente na opinião do nosso cliente para com a empresa, tanto de forma positiva como negativa.

A seguir, vamos ver os diferentes tipos de conteúdos que podemos ou não publicar.

O que posso compartilhar nas Redes Sociais da minha empresa?

  • Informações sobre a empresa: Quem somos, o que fazemos, o que oferecemos, quais são os nossos valores, qual é a nossa missão e visão, etc., Este tipo de conteúdo ajudá-lo para que seus clientes conheçam melhor a sua marca.
  • Produtos e serviços: As redes sociais são ideais para dar a conhecer novos produtos e serviços ou novas funcionalidades em produtos já existentes. Mas se você só publicar este tipo de conteúdo, os fãs podem pensar que estamos fazendo spam, e deixe de seguir-nos.
  • Concursos e promoções: Têm uma alta capacidade para viralizarse, mas não devemos abusar destes, uma vez que a nossa comunidade pode depender muito deles. Não nos esqueçamos de escrever umas bases legais para estes.
  • Frases: sejam eles de natureza motivacional, chistosas, para desejar um bom dia, para celebrar um acontecimento, etc., São conteúdos que costumam ser compartilhados muito e geram empatia.
  • Dicas e informações úteis: Como uma empresa, você é especialista em algo e você deve usar seus conhecimentos para fornecer informações de interesse para os seus seguidores. Ter um blog vai ajudar muito neste aspecto.
  • Infográficos: É algo que tornou-se muito de moda e compartilha muito, já que mistura elementos gráficos atraentes com informações úteis.
  • Difundir conteúdo solidário: Compartilhar esse tipo de conteúdo humaniza a visão de nossa empresa, seja criando uma publicação para alertar para algo ou para celebrar o dia internacional de uma causa.
  • Participar de um desafio: Muitas empresas aderiram ao conhecido “Mannequin Challenge” proporcionando-lhes um maior alcance e facilitando o dar-se a conhecer.
  • Pedir um conselho: Se você perguntar a uma situação ou uma escolha, peça conselho aos seus clientes pode ajudá-lo a conhecê-los, e eles sentirão que a sua opinião é importante para sua empresa.
  • Parabéns em datas assinaladas: Criar uma publicação criativa e diferente para felicitar datas previstas no calendário costuma ser compartilhada muito e gera empatia.
  • Criar um vivo: Os vídeos ao vivo estão tomando muita popularidade. Você pode usá-los para dar a conhecer um produto ou serviço, para transmitir algum evento ou acontecimento, etc.

O que devo evitar publicar nas Redes Sociais da minha empresa?

  • Compartilhar opiniões pessoais: São muitas as empresas que tenham cometido este erro e pagaram caro. Há que ter em conta que os seus seguidores têm opiniões muito diferentes sobre algo e que, se não concordam com a sua ou se sentem ofendidos por seu comentário, deixará automaticamente de seguir a conta de sua empresa e fará com que tenha uma má imagem de sua empresa.
  • Publicar conteúdo ofensivo: Devemos evitar temas como a política, o futebol, a religião, o sexo, etc., Já que podemos ofender alguma pessoa ou coletivo com o nosso conteúdo.
  • Criticar a concorrência: Isso pode criar uma má imagem em nossos seguidores e clientes em potencial.
  • Conteúdo copiado ou com licença: Devemos saber diferenciar-nos dos outros e criar conteúdos originais e interessantes que trazem algo diferente aos nossos seguidores.
  • Notícias não verificadas: Na Internet existem muitas notícias e devemos saber distinguir quais são reais e quais são salão de beleza. Compartilhar conteúdo que nós não verificado pode tirar de credibilidade.

A parte de tudo isso, não devemos nos esquecer de responder os comentários de nossos seguidores ou dar-lhes um “gosto” para que se sintam ouvidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *