Como Posicionar Sua Marca com SEO

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

brand seoEntao vamos lá, o tema de hoje é: Como Posicionar Sua Marca com SEO?

Parece simples não é verdade e, apesar de não haver uma receita de bolo que garanta 100% o “bom” posicionamento de uma marca na internet, dando atenção especial a alguns aspectos relacionados às estratégias de SEO, essa pode não ser uma das tarefas mais difíceis em se tratando de posicionamento. Neste artigo você vai conferir como o SEO (Search Engine Optimization) pode ajudar na construção do branding da sua marca. Vamos lá?

Antes de começarmos…

É fundamental que você conheça algumas regras para que seja possível manter a identidade corporativa da marca bem estabelecida do começo ao fim. Isso porque ao evitar que a identidade do negócio sofra mutações no meio do processo de posicionamento da marca, você também evita surpresas negativas na experiência de seus clientes.

Essas ‘regras’ são:

  1. Identifique nos primórdios de sua estratégia digital, quais são os principais objetivos da marca no mercado e no segmento em que ela atua. Aumentar as vendas? A visibilidade? Transformar leads em clientes potenciais?
  1. Quem é a sua empresa na cabeça do consumidor? Defina quais os elementos sensoriais que você deseja transmitir;
  1. Crie uma identidade visual que inspire esses a percepção destes elementos, com logotipo, design, cores apropriadas e propagandas baseadas na segmentação;
  1. Antes de transmitir algo ao seu público alvo, tenha a certeza de que essa ideia já está incorporada na mente dos seus funcionários e colaboradores, envolvendo-os na estratégia.
  • Posicionando a sua marca com técnicas de SEO

O trabalho com busca orgânica não traz incríveis resultados de um dia para o outro – por isso, é preciso ser paciente e entender que é necessário dar um passo de cada vez na construção da marca por meio das estratégias de SEO. A razão é simples: o tempo de sua presença digital também é um fator determinante pelo próprio Google. Sendo assim, se você começou a apostar nas estratégias hoje, deve esperar um pouco até que se torne uma autoridade naquele segmento.

A seguir, você irá conferir dicas valiosas na criação do brandda sua marca usando SEO.

  • Dica número 1: Otimizar títulos para posicionar sua marca com SEO

Quando nos referimos às buscas, os títulos das postagens, artigos ou páginas são de extrema importância.

Bom, vamos começar do básico. Você já deve saber que, na busca orgânica, quem dita as regras é a qualidade do conteúdo. Sendo assim, se as suas produções são relevantes, interessantes, personalizadas e agregam valor aos usuários então, capazes de tirar as principais dúvidas dos clientes, não há muito com o que se preocupar – o bom posicionamento está 70% garantido.

Mas, para que esse conteúdo seja encontrado, é preciso atribuir a ele um bom título, com palavras-chave que tenham relação direta com o tema. E atenção: nada de rodeios. Seja simples e objetivo na escolha do título e terá resultados incríveis no posicionamento do seu negócio.

Devo utilizar a palavra chave tanto no título como ao longo do texto?

Sim. Além de disseminá-la de modo natural, seu nível de otimização irá às alturas, garantindo maiores chances no rankeamento do site/blog.

  • Dica número 2: Otimizar imagens para posicionar sua marca com SEO

A dica pode não parecer assim tão importante, mas pense por você mesmo: às vezes, tudo o que você procura no Google é uma imagem – que é considerada um tipo de conteúdo. Para otimizar as imagens e torná-las posicionadas, a técnica de SEO usada é mais simples do que você imagina. Tudo o que você vai precisar fazer é salvar o arquivo da imagem com a mesma palavra-chave que você deseja posicionar.

De tão simples, você pode pensar que a estratégia é inválida. Mas não é. Faça o teste você mesmo e preste atenção nos resultados que serão atingidos com essa simples mudança.

  • Dica número 3: use links internos para posicionar sua marca com SEO

Para que uma página seja bem ranqueada, é fundamental que as informações presentes em cada post conversem entre si.

Para compreender, vamos imaginar o seguinte exemplo: Você tem uma loja de suplementos alimentares e, diante disso, seu blog fala sobre alimentação saudável, prática de exercícios físicos, suplementação adequada para cada objetivo e demais assuntos que remetam à qualidade de vida em geral. Se em um post você fala sobre suplementos alimentares ideais para auxiliar na perda de gordura corporal, porque não linká-lo com outro post que apresente uma lista de exercícios eficazes para quem tem o mesmo objetivo?

A linkagem interna consiste em relacionar diferentes artigos com um objetivo em comum, de modo que o seu leitor encontre um deles e seja levado a conferir ainda mais sobre o assunto (ou sobre temas relacionados) em outro post, como é o caso do exemplo citado anteriormente.

Sendo assim, é por meio da linkagem interna que você garante que o público leitor passe muito mais tempo no seu site ou blog. E o melhor: a estratégia ainda faz com que ele saia do site muito mais satisfeito. No caso do exemplo, se ele estava só à procura de suplementos alimentares para emagrecer, agora ele também já sabe quais são os melhores exercícios físicos para atingir seu objetivo ainda mais rápido.

  • Dica número 4: Já ouviu falar de URL amigável?

A dica pode ser simples, mas fará uma grande diferença no posicionamento da sua marca. Pense com você mesmo: a URL do seu site é amigável?

Como assim?

Vamos analisar pelo lado do consumidor. Por vezes, encontramos em uma busca orgânica no Google uma marca que ainda não conhecíamos. Nós gostamos do conteúdo, dos produtos e serviços oferecidos e lembramos o seu nome: mas esquecemos de salvar o site nos favoritos para voltar depois.

Na hora de voltar ao site, a surpresa: você digitou exatamente www.nomedaempresavisitada.com.br e nada, nenhum domínio registrado. E aí? Possivelmente, você acaba de perder um leitor e/ou cliente em potencial.

Sendo assim, primeira dica para bom posicionamento no Google: registre um domínio próprio com o nome da sua empresa. Evite ao máximo utilizar símbolos (como hifens, por exemplo) e números.

E o mesmo serve não só para a página principal, como também, para o blog e demais guias do site. Isso aumentará não só a confiança do leitor, como também, fará com que ele encontre o artigo ou página com muito mais facilidade nos buscadores orgânicos.

Além disso, lembre-se: quanto mais simples for a URL, melhor. Mantenha nela as mesmas palavras-chave utilizadas no título e no decorrer do texto e ela será encontrada com rapidez e facilidade pelo usuário.

  • Dica número 5: a meta descrição pode ajudar a posicionar sua marca

A meta descrição é aquele pequeno texto que fica estrategicamente localizado logo abaixo do título do post ou página em questão.

E ele vale tanto quanto o título na hora de posicionar a sua marca nos principais buscadores. Por isso, pense na meta descrição de cada página e artigo com cautela. Utilize as mesmas palavras-chave do título e do texto e seja estratégico, na tentativa de convencer o seu leitor de que realmente vale a pena seguir em frente, clicando no post/artigo.

Se você utilizar as mesmas palavras-chave presentes no título, ponto para você: o próprio Google identifica a estratégia de SEO e as coloca em negrito, de modo a fazer com que o post fique ainda mais chamativo para o leitor.

Mas, é preciso ser cauteloso na escolha da meta descrição, já que ela deve ser escrita em até 160 caracteres (já contando os espaços) e não pode ser repetitiva.

  • Dica número 6: analise os resultados

A melhor forma de saber se as suas estratégias de posicionamento da marca estão dando certo é por meio da análise dos resultados.

Uma ferramenta que pode lhe auxiliar neste sentido é a PageRank. A plataforma, do próprio Google, analisa as métricas de relevância e importância de cada site. E vale destacar: quanto melhor elas forem, melhor será também o posicionamento da marca no Google. Por isso, vale a pena se basear nela.

  • Dica número 7: divulgue!

A construção da marca é um processo que, como você já deve ter notado, exige bastante dedicação e cautela. Uma forma de melhorar os resultados, e consequentemente, lhe dar ânimo para continuar, é criando postagens sobre o site/blog/loja virtual em outros canais de comunicação, como nos perfis próprios da marca nas redes sociais, por exemplo.

Lembra-se de quando falamos sobre a importância dos links internos? A divulgação, por sua vez, é a responsável pelos links externos – tão importantes quanto os primeiros na hora de garantir o bom ranqueamento e posicionamento da marca nos principais buscadores.

  • Dica número 8: conteúdo relevante é a chave para posicionar sua marca com SEO

Além de pesquisar quais serão as palavras-chave utilizadas no conteúdo, tenha cuidado na hora de produzi-lo. Quanto mais diferenciado, novo, interessante e qualificado para seu público alvo ele for, maiores serão as chances de que os cliques aumentem de modo gradual.

Sendo assim, por último, mas não menos importante, não se esqueça: a verdadeira palavra-chave é a qualidade do conteúdo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *